18.7.17

Sobre David Vann







«O Alasca é isolado e põe à prova quem se aproxima. Muitos descrevem a religiosidade da natureza dura e inóspita, uma nova fronteira só para os mais corajosos quando a conquista do Oeste já tinha chegado ao Pacífico. Mas para muitos o maior Estado do país, onde vive apenas um milhão de pessoas, oprime e transforma quem quer sair. Em A Ilha de Sukkwan, Roy, um miúdo, aceita o convite do pai para viverem um ano numa cabana isolada numa ilha do Alasca. Só eles e a natureza — a base da história norte-americana, defendem muitos.» [Catarina Moura, a propósito de crítica ao livro Viagem do Sonho Americano, de Isabel Lucas, na Time Out Lisboa de 28/6/17]

Sem comentários:

Publicar um comentário