20.1.20

Sobre Mulherzinhas, de Louisa May Alcott, com prólogo de Patti Smith




Brevemente disponível em www.relogiodagua.pt e a chegar às livrarias: Mulherzinhas, de Louisa May Alcott, com prólogo de Patti Smith

«Há momentos na literatura em que nasce uma nova personagem, que se ergue no topo com outras, emblemáticas de uma era, ou na sua vanguarda. Houve muitas personagens enérgicas antes de Jo March, mas nenhuma como ela, que escreveu e permaneceu igual a si própria. Criar Jo num tempo em que as mulheres ainda não tinham direito ao voto foi um gesto ousado. Ela era uma ativista que dava o exemplo. E, à distância, oferecendo uma mão fraterna, sempre esteve presente para saudar raparigas independentes como eu, sacudindo o cabelo curto e piscando alegremente o olho como quem diz “anda daí”. Para nos guiar, encorajar e deixar as suas pegadas no caminho que nos convida a seguir.» [Do Prólogo de Patti Smith]

Este ano, o Natal não será o mesmo para Meg, Jo, Beth e Amy. O seu pai está a combater, e a família passa por tempos difíceis. 
Mas, apesar de serem pobres, a vida das quatro irmãs March é repleta de acontecimentos. Fazem jogos, encenam peças, estabelecem amizades, discutem, lutam contra os seus vícios, aprendem com os erros, ajudam-se em momentos de doença e deceção e envolvem-se em todo o tipo de sarilhos.

Greta Gerwig realizou uma nova adaptação cinematográfica do clássico de Louisa May Alcott. O filme conta com a participação de Florence Pugh, Saoirse Ronan, Emma Watson e Eliza Scanlen nos papéis das “Mulherzinhas”, além de actores como Timothée Chalamet, Meryl Streep ou Laura Dern.

O filme deverá estrear em Portugal a 30 de Janeiro de 2020.

Sem comentários:

Publicar um comentário