29.7.13

Livros da Relógio D’Água Que o Expresso Recomenda como Leitura de Verão


No número de 27 de Julho do Atual, os críticos do Expresso recomendam leituras de Verão. Entre elas há quatro obras publicadas pela Relógio D’Água.
 
 

Martin Heidegger, de George Steiner

«O pensamento, por vezes obscuro, do que foi talvez o filósofo alemão mais marcante do século XX, lido e interpretado pelo perspicaz (e acessível) George Steiner.» - Ana Cristina Leonardo
 
 

Amada Vida, de Alice Munro

«Uma vez que Alice Munro anunciou que vai deixar de publicar ficção, cada livro que nos chega é precioso. (…) A surpresa do volume são as quatro últimas peças, descritas como a única autobiografia de Munro a que alguma vez teremos direito.» – Luís M. Faria



Armadilha, de Rui Nunes

«Armadilha é pura crueza, exaltante, culpada de tudo o que soa, inocente de tudo o que cala.» - Luísa Mellid-Franco



É assim Que A Perdes, de Junot Díaz

«Os contos de É assim Que a Perdes demonstram mais uma vez a atenção de Díaz às complexidades étnicas e de linguagem e estudam vários amores difíceis e infidelidades, num combate intermitente com ideias recebidas de “masculinidade”.» - Pedro Mexia

Sem comentários:

Publicar um comentário