7.12.09

Livros da Relógio D’Água na LER

A revista LER de Dezembro destaca 52 livros de outras tantas semanas no ano que está a acabar. Entre eles estão cinco livros publicados pela Relógio D’Água, a saber O Leilão do Lote 49 de Thomas Pynchon, O Coração dos Ponders de Eudora Welty, Suttree de Cormac McCarthy, Os Adeuses de Juan Carlos Onetti e Breves Notas sobre as Ligações (Llansol, Molder e Zambrano) de Gonçalo M. Tavares.
Nas «Leituras», José Riço Direitinho considera A Lebre de Vatanen de Arto Paasilinna como «um dos livros mais divertidos do ano» e chama a atenção para a publicação próxima de duas obras do autor finlandês, Aprazível Suicídio em Grupo e As Dez Mulheres do Industrial Industrial Rauno Rämekorpi.
Na secção «Mais Livros Saídos» é referido Anos Difíceis de António Barreto.
Em «Diário de Ocasião» de Francisco José Viegas é feita uma referência a Autores, Editores e Leitores de Francisco Vale, apresentado como «um livro que dá gosto ler e que pode bem ser uma preciosidade nestes tempos em que a “edição” se sobrepõe ao papel do “editor”».

Sem comentários:

Publicar um comentário