27.11.19

Sobre Tchékhov na Vida, de Ígor Sukhikh (tradução de Nina Guerra e Filipe Guerra)




«Ígor Sukhikh dá ao leitor uma potente enciclopédia sobre Tchékhov

O que fazer com um autor que dizia sofrer de “autobiografofobia”?

A montagem biográfica orientada por Ígor Sukhikh parece ser a resposta mais correcta a tal interrogação. Em “Tchékhov na vida: argumentos para um pequeno romance” (Relógio d’Água), o biógrafo deixa os documentos “falarem” sobre o proeminente escritor nascido em Taganrog, a 17 de Janeiro de 1860. A sua voz raramente se dá a conhecer. São as visões de quem conheceu Tchékhov, de quem o estudou e dos seus amigos que delimitam a personalidade do biografado. Cartas, fragmentos de ficções, perspectivas de outros autores (Gorki, Tolstoi, Bunin) justificam as 358 páginas, organizadas em 51 pontos, sobre esta proeminente figura da literatura universal.» [Mário Rufino, Comunidade Cultura e Arte, 23/10/2019. Texto completo em https://www.comunidadeculturaearte.com/igor-sukhikh-da-ao-leitor-uma-potente-enciclopedia-sobre-tchekhov/?fbclid=IwAR2pZWAXPm8MjPDPxZZarYvTbfq1g-_PtNBxoSEHT8WkMtKKtZiXjfq0xD4 ]

Sem comentários:

Publicar um comentário