29.11.19

Sobre Memórias, Sonhos, Reflexões, de C. G. Jung




«“As circunstâncias exteriores não podem substituir as interiores. Por isso, a minha vida é pobre em acontecimentos exteriores. Não posso contar muito sobre estes; ia parecer vazio ou inócuo. Só consigo compreender-me a partir dos acontecimentos interiores. São eles que constituem o que houve de especial na minha vida e é deles que trata a minha “autobiografia”. É deste modo singular que Carl Gustav Jung termina o prólogo de Memórias, Sonhos, Reflexões, obra que nasceu do intento de se criar uma biografia do pai da Psicologia Analítica. Publicada pela primeira vez, em 1962, com o título original, em alemão, Erinnerungen, Träume, Gedanken, só agora é que a edição portuguesa, lançada em Julho deste ano [2019], chega às livrarias nacionais pelo crivo da editora Relógio D’água.» [Ana Isabel Fernandes, Comunidade Cultura e Arte, 30/10/2019. Texto completo em https://www.comunidadeculturaearte.com/memorias-sonhos-reflexoes-uma-viagem-interior-pela-autobiografia-de-carl-gustav-jung/?fbclid=IwAR3Qui_YSUTnDYkgntT1V73zwzQQiSrPyuSyFbof6nJFBiUkNJ2bLV6va6c ]

Memórias, Sonhos, Reflexões (trad. António Sousa Ribeiro) está disponível em https://relogiodagua.pt/produto/memorias-sonhos-reflexoes/

Sem comentários:

Publicar um comentário