31.7.17

Sobre O Que Maisie Sabia, de Henry James




«Embora o arco temporal da acção — que decorre principalmente em Londres, com uma incursão final a Boulogne, na costa francesa — não seja explicitado, Maisie tem cerca de seis anos de idade no início e — sendo este romance “um epitáfio na lápide da infância” da nossa heroína — estará no limiar da adolescência no final.
A narração é feita na terceira pessoa por um narrador que aparenta ser omnisciente mas que se intromete algumas vezes na acção para confessar, por exemplo, os limites da sua competência (provocadora subtileza de mestre James). Num capítulo preambular (não numerado), cabe-lhe dispor os dados contextuais do jogo que vai seguir-se: divorciados, os pais de Maisie combinam a guarda alternada do “pomo da discórdia”, mas só o fazem para poderem continuar a ter “uma oportunidade ininterrupta para a contenda”. Nada mais moderno, portanto.» [Mário Santos, Público, ípsilon, 28/7/2017]

Sem comentários:

Publicar um comentário