31.10.14

A chegar às livrarias: O Céu É dos Violentos, de Flannery O’Connor





O Céu É dos Violentos foi inicialmente publicado em 1960, tendo-se tornado uma referência essencial da literatura norte-americana – um exemplo da sensibilidade gótica e da veia satírica de Flannery O’Connor.
Neste segundo e último romance da autora, conta-se a história de Francis Tarwater, um órfão de catorze anos. Francis tenta a todo o custo escapar à profecia do seu tio-avô Tarwater, um fanático com uma visão muito especial dos ensinamentos bíblicos.
Quando o tio-avô de Francis morre, o rapaz renega os seus ensinamentos, incendeia a casa rural onde ambos viviam e procura o seu tio Rayber, que vive com o filho Bishop, uma criança mentalmente atrasada. No entanto, Francis vai descobrir que forças que o transcendem se sobrepõem aos seus desejos de uma vida secular num razoável mundo moderno.
Flannery O’Connor observa as suas personagens com uma espantosa combinação de ironia, compaixão, humor e empatia.

Sem comentários:

Publicar um comentário