20.12.12

Juiz Holden, um dos maiores vilões da literatura [The Telegraph]



 

«Mas qualquer diálogo sobre Meridiano de Sangue está condenado a traçar círculos concêntricos à volta do seu fulcro, o juiz Holden. Harold Bloom chamou-lhe a “mais aterradora criação da literatura americana” e, por uma vez na vida, a sua histeria hierarquizante parece justificada. Como Ahab, o juiz vai anexando lentamente um romance que pertencia a terceiros, submetendo a narrativa a uma espécie muito particular de possessão demoníaca.» [Rogério Casanova, ípsilon]

Sem comentários:

Publicar um comentário