24.12.19

Sobre Prazer e Glória, de Agustina Bessa-Luís




«Novo título no plano de reedição da obra de Agustina Bessa-Luís na Relógio D’Água. Prazer e Glória foi publicado pela primeira vez em 1988, ecoando nele paisagens do Douro e do Cávado, do Porto e de Esposende, de Lordelo e da Cedofeita. O prefácio é de Jorge Cunha, que a certa altura afirma: “Três gerações de personagens que se movem, se casam, procriam, sem viverem nada que lhes proporcione um verdadeiro prazer de viver, que as faça experienciar a glória de uma manifestação da vida que lhes escapa pelos meandros de uma cultura falsa.” Depois, acrescenta: “A obra de Agustina é uma água-forte lançada ao rosto de uma geração que teima em não acordar. A artista bem se esforça por chamar um povo que não desperta. Mas a sua obra tem uma portentosa energia cujo porvir está ainda no início.»[JL, 18/12/2019]

Esta e outras obras de Agustina Bessa-Luís estão disponíveis em https://relogiodagua.pt/autor/agustina-bessa-luis/

Sem comentários:

Publicar um comentário