15.3.16

Sobre Os Irmãos Wright, de David McCullough





«Antes de os irmãos Wright inventarem o avião, passavam horas a olhar o voo das aves. Era como observar um mágico e tentar perceber como fazia, explicou um deles. Uma ótima comparação, pois o que fazem as aeronaves continua a ter algo de mágico. (…)
David McCullough, repetente do Prémio Pulitzer, autor de nove livros anteriores de História popular, conta neste décimo a saga de dois irmãos que, além de brilhantes, eram extremamente persistentes e corajosos. Wilbur e Orville identificaram as questões principais por resolver – em especial, como controlar o aparelho em voo – e , sem serem engenheiros, conceberam as soluções necessárias. Passavam longos períodos, não raro em condições difíceis, em Kitty Hawk (Carolina do Norte), um local remoto com ventos adequados. Dedicaram-se inteiramente, arriscando a vida centenas de vezes. Por fim, foram recompensados, não sem antes jornais e governos terem ignorado o seu feito durante anos.» [Luís M. Faria, Expresso, E, 12-3-16]

Sem comentários:

Publicar um comentário