5.2.20

Sobre O Desconhecido do Norte Expresso, de Patricia Highsmith




O arquiteto Guy Haines quer divorciar-se da sua infiel esposa, Miriam, para poder casar com a mulher que ama, Anne Faulkner. Numa viagem de comboio para ir falar com a esposa, Guy conhece Charles Anthony Bruno, um psicopata que lhe propõe «trocarem assassinatos».
Bruno matará Miriam se Guy se comprometer a matar o pai de Bruno. Nenhum deles tem um motivo para o fazer, e por isso a polícia não teria razões para suspeitar de qualquer um deles.
Mas as coisas não correm como Guy esperava…
A partir desse momento, e contra a sua vontade, Guy Haines vê-se encurralado num pesadelo de culpa e numa insidiosa fusão de personalidades.

O Desconhecido do Norte Expresso foi adaptado ao cinema por Alfred Hitchcock em 1951.

«Patricia Highsmith… é uma escritora que criou o seu próprio mundo — um mundo claustrofóbico e irracional, onde entramos sempre com uma sensação de perigo pessoal.» [Graham Greene]


O Desconhecido do Norte Expresso (tradução de Rogério Casanova) e outras obras de Patricia Highsmith estão disponíveis em https://relogiodagua.pt/autor/patricia-highsmith/

Sem comentários:

Publicar um comentário