23.4.19

Sobre Os Vagabundos do Dharma, de Jack Kerouac




Dois jovens irrequietos procuram o caminho do Zen: desde as maratonas de consumo de vinho, as sessões ininterruptas de poesia e o «yabyum» em São Francisco, até à solidão nas altas Sierras e uma vigília no topo do Pico da Desolação, no estado de Washington. Publicado apenas um ano depois de Pela Estrada Fora ter colocado no mapa a Geração Beat, Os Vagabundos do Dharma está repleto de humor e um contagiante entusiasmo pela vida.


«Uma excitação descritiva sem rival desde os dias de Thomas Wolfe.» [The New York Review of Books]

Sem comentários:

Publicar um comentário