12.8.16

Sobre Pais e Filhos, de Ivan Turguéniev (trad. António Pescada)




«Sobre este clássico absoluto da literatura russa, escreveu Vladimir Nabokov (um autor geralmente parco em elogios), num texto que serve de posfácio a esta edição: “Pais e Filhos não só é o melhor romance de Turguéniev, mas também um dos maiores romances do século XIX.” Centrado na figura de Bazárov, um jovem intelectual materialista, o livro põe em confronto duas gerações (a de 1860 vs. a de 1840) com ideias opostas sobre o que deve ser e como deve funcionar a sociedade.» [Expresso, E, Obrigatório, 30-7-2016]

Sem comentários:

Publicar um comentário