23.3.15

A chegar às livrarias: Presa Comum, de Frederico Pedreira






Frederico Pedreira nasceu em Lisboa em 1983. Publicou Breve passagem pelo fogo (Artefacto, 2011), O artista está sozinho (edição do autor, 2013), Doze passos atrás (Artefacto, 2013) e Um bárbaro em casa (Língua Morta, 2014). Colaborou na secção de cultura de alguns periódicos nacionais. Está a terminar a sua tese de doutoramento, intitulada Uma aproximação à ideia de estranheza

Sem comentários:

Publicar um comentário