11.12.14

Sobre O Planeta do Sr. Sammler, de Saul Bellow





«Um professor judeu, sobrevivente do Holocausto, assiste à degradação dos costumes numa Nova Iorque de rockers, hippies e aldrabões. Está-se em 1969, tempo da chegada do homem à Lua, mas também de degenerescência moral, de “privilégios libidinosos, do direito à desinibição, a ser espontâneo, a urinar, defecar, arrotar, copular em todas as posições, a três ou a quatro”.» [Ricardo Dias Felner, Time Out, 10-12-2014]

Sem comentários:

Publicar um comentário