4.9.13

Sobre Anna Karénina, de Lev Tolstoi



 

Na Revista do Expresso de 31 de Agosto, José Mário Silva sugere revisitas aos clássicos no Verão e escreve sobre Anna Karénina, de Lev Tolstoi: «Sobre Anna Karénina — a obra-prima de Lev Tolstoi que uma sondagem da revista Time (junto de vários escritores) considerou, em 2007, o melhor romance de todos os tempos — toda a gente sabe pelo menos duas coisas. Que abre com uma das mais célebres primeiras frases da literatura (“Todas as famílias felizes se parecem umas com as outras, cada família infeliz é infeliz à sua maneira”) e que a protagonista, no fim, se suicida, atirando-se para a linha férrea quando passa um comboio. (…) E não é por conhecermos o desenlace que a descida aos infernos de Karénina se torna menos comovente.»

Sem comentários:

Publicar um comentário