14.2.20

Sobre Mrs. Osmond, de John Banville




Do vencedor do Man Booker Prize, chega-nos este romance que continua a história de Isabel Archer, protagonista de Retrato de Uma Senhora, de Henry James, em territórios surpreendentes. 

No final do século XIX, Isabel Archer, uma jovem norte-americana, é enviada pela tia para a Europa, na esperança de que se familiarize com o mundo e adquira experiência.
Quando Isabel herda uma fortuna inesperada, é convencida a casar com um homem sedutor e quase sem recursos, Gilbert Osmond, que mais tarde se descobre ser cruel e enganador.
Numa viagem a Inglaterra para visitar o primo que está às portas da morte, Isabel tem uma hipótese de se livrar do casamento. Apesar disso, decide regressar a Itália. 
John Banville acompanha a história de Henry James até este momento. Mas Mrs. Osmond é uma criação de Banville: a criatividade narrativa, a precisão da lírica, as surpresas linguísticas, as camadas de intensidade emocional e psicológica, o subtil humor negro…
Mais tarde, o romance segue direções que o próprio James talvez se sentisse tentado a seguir.

Mrs. Osmond (tradução de Frederico Pedreira) e Retalhos do Tempo — Um Memorial de Dublin (tradução de Paulo Faria) estão disponíveis em https://relogiodagua.pt/autor/john-banville/

Sem comentários:

Publicar um comentário