29.1.20

Sobre Mrs Palfrey no Claremont, de Elizabeth Taylor




Disponível em www.relogiodagua.pt e a chegar às livrarias: Mrs Palfrey no Claremont, de Elizabeth Taylor (trad. Margarida Periquito)

Numa chuvosa tarde de domingo, em janeiro, Mrs Palfrey, que recentemente se tornara viúva, chega ao Hotel Claremont, onde irá passar o resto dos seus dias. 
Os outros hóspedes são pessoas — altamente perturbadas e excêntricas — que vivem de migalhas de afeição e de um interesse obsessivo pelas refeições servidas no hotel. Juntos, lutam contra os seus inimigos gémeos: o tédio e a morte. 
Até que, um dia, Mrs Palfrey conhece o jovem e belo escritor Ludo, dando início a uma amizade pouco convencional... 

«Nomeado pelo The Guardian como um dos “100 melhores romances de sempre” e finalista do Man Booker Prize, Mrs Palfrey no Claremont é uma visão irónica e compassiva da amizade entre uma mulher de idade e um jovem autor, escrita por uma romancista magnífica, o elo de ligação que faltava entre Jane Austen e John Updike.» [Independent


De Elizabeth Taylor a Relógio D’Água publicou também Angel (trad. Helena Briga Nogueira). Ambas as obras, até agora inéditas em Portugal, estão disponíveis em https://relogiodagua.pt/autor/elizabeth-taylor/

Sem comentários:

Publicar um comentário