27.5.19

Sobre Diário de Oaxaca, de Oliver Sacks




Oliver Sacks é conhecido como um explorador da mente humana — um neurologista que analisa casos raros e complexos. No entanto, Sacks é também membro da American Fern Society, revelando desde a sua infância um fascínio por plantas primitivas e pela sua adaptação a climas diferentes.
Em Diário de Oaxaca, Sacks conta-nos a viagem que realizou com alguns colegas da American Fern Society a Oaxaca, uma província no México. Este livro junta a paixão de Sacks pela história natural e a riqueza da cultura humana com o seu olhar atento ao pormenor. Diário de Oaxaca é uma evocação de um lugar, das suas plantas, do seu povo e de todas as suas maravilhas.

«Fácil de compreender, sem o peso de uma vasta pesquisa enciclopédica mas recheado de erudição.» [The New Yorker]

«Como todos os bons diários, tem uma relação imediata com o leitor… este livro é um prazer raro.» [The Globe and Mail (Toronto)]

«Diário de Oaxaca aumentou o meu desejo de visitar o México, como só a melhor escrita sobre viagens o faz.» [Providence Journal]

Esta e outras obras de Oliver Sacks estão disponíveis em https://relogiodagua.pt/autor/oliver-sacks/

Sem comentários:

Publicar um comentário