22.2.19

Sobre Tess dos D'Urbervilles, de Thomas Hardy




«É um romance duro e implacável. Thomas Hardy  não refreia o discurso realista e leva-nos a acompanhar, de forma fervorosa e inquietante, a vida de Tess Durbeyfield. É impossível não sentir uma empatia pela personagem. Seguimos a sua vida, a tragédia dos seus amores, os esforços meticulosos para se transformar numa mulher aceite pela sociedade. É uma luta inglória e que nos despedaça o coração.» [Leopold Bloom, em Ulysses, Revista Literária, 18/2/2019]

Sem comentários:

Publicar um comentário