21.5.18

A chegar às livrarias: Minha Ántonia, de Willa Cather (trad. Marta Mendonça)





Minha Ántonia é o mais importante romance de Willa Cather.
O narrador é Jim Burden, que nos fala de Ántonia, uma jovem mulher originária da Boémia, com quem tem uma relação entre o fraterno e o amoroso.
Mas o livro não é apenas o retrato de uma mulher. É também um fresco que evoca com cores nítidas os imigrantes que lutam contra um solo difícil, que têm de lidar com cavalos e lobos que vivem em liberdade na incomparável planície do Nebrasca.
O mundo de que nos fala é intenso, belo e muitas vezes trágico.
Willa Cather é uma pioneira da literatura dos grandes espaços, retomada mais tarde por escritores como Jim Harrison e Cormac McCarthy.

«Nenhuma narrativa romântica escrita na América, por um homem ou uma mulher, alcança metade da beleza de Minha Ántonia.» [H. L. Mencken]


De Willa Cather a Relógio D’Água editou também Uma Mulher Perdida e O Meu Inimigo Mortal.

Sem comentários:

Publicar um comentário