2.8.16

Sobre O Leão de Belfort, de Alexandre Andrade




«Num português sempre imaculado, Alexandre Andrade tem a rara capacidade para transformar simples notações descritivas (“Cristina comprou queijo Pont-l’évêque num estabelecimento de alimentação geral”) em coisas traiçoeiramente cómicas. É o seu terceiro romance, e o primeiro desde o igualmente recomendável Aqui Vem o Sol, de 2005.» [Rogério Casanova, Observador, 2/7/2016]

Sem comentários:

Publicar um comentário