28.3.16

A chegar às livrarias: Cinco Escritos Morais, de Umberto Eco (trad. José Colaço Barreiros)






Este livro reúne cinco ensaios em que Umberto Eco reflete sobre questões candentes do nosso tempo.
Como afirma o próprio autor, são ensaios «de caráter ético, ou seja, dizem respeito ao que seria conveniente fazer-se, ao que não se deveria fazer e ao que não se pode fazer sob pretexto algum».
«Pensar a Guerra» analisa as diferenças entre as guerras atuais e as do passado.
«O Fascismo Eterno» chama a atenção para as aparências por vezes inócuas que as ideologias de tipo fascista assumem nos nossos dias.
«Sobre a Imprensa» é uma abordagem dos atuais problemas da informação escrita, muitas vezes a reboque de outros meios mais sofisticados, como a televisão.
Em «Quando Entra em Cena o Outro», discute-se o livre-arbítrio, vendo de que modo a crença na vida eterna condiciona os comportamentos humanos.
O últimos dos ensaios, «Migrações, Tolerância e Intolerável», aborda os problemas do crescimento, do racismo, da xenofobia e da intolerância. E também neste caso Eco abala os lugares-comuns, ao considerar que a intolerância mais terrível é a dos mais pobres, que são as primeiras vítimas da diferença, de que pouco ou nada sofrem os ricos. E a verdade é que os intelectuais têm dificuldade em combater a intolerância selvagem, pois, diante da pura animalidade sem pensamento, encontram-se desarmados.

Sem comentários:

Publicar um comentário