30.4.15

A chegar às livrarias: Mansfield Park, de Jane Austen (trad. José Miguel Silva)





Mansfield Park foi escrito em Chawton, no Hampshire, entre Fevereiro de 1811 e Junho de 1813. O livro seria publicado em 1814 em três volumes.
No essencial, é um romance de costumes saído da relação entre duas famílias da elite rural inglesa.

«Mansfield Park é um conto de fadas, mas afinal de contas todos os romances são, em certo sentido, contos de fadas. À primeira vista, a forma e o assunto de Jane Austen podem parecer antiquados, afectados, irreais. Mas isso é uma ilusão a que um mau leitor sucumbe. O bom leitor está consciente de que a demanda da vida real, das pessoas reais e por aí fora é um processo sem sentido quando falamos de livros. Num livro, a realidade de uma pessoa, ou de um objecto, ou de uma circunstância, depende exclusivamente do mundo desse livro específico. Um autor original inventa sempre um mundo original, e se uma personagem ou uma acção cabe no padrão desse mundo, então sentimos o agradável choque da verdade artística, por mais improváveis que a pessoa ou a coisa possam parecer se transferidas para aquilo que os críticos literários, pobres escrevinhadores, chamam “vida real”. Não existe essa coisa da vida real para um escritor de génio: deve ele próprio criá-la e depois criar as consequências.»

[Vladimir Nabokov, Aulas de Literatura]

Sem comentários:

Publicar um comentário