29.10.14

Vencer o Booker salva Richard Flanagan de ir trabalhar nas minas





 
O escritor australiano Richard Flanagan estava com tanta falta de dinheiro depois de terminar o seu último romance que pensou ir trabalhar nas minas no norte da Austrália. Mas nos sete dias seguintes à atribuição do Booker vendeu livros no valor 140 mil libras.
A obra The Narrow Road to the Deep North, que será publicada pela Relógio D’Água no início de 2015 e tem lugar na Ferrovia da Morte, concorreu com títulos de autores como Ali Smith ou Howard Jacobson para receber o Booker no dia 14 de Outubro. Elogiada pelo presidente do júri, A C Grayling, que a descreveu como «um romance absolutamente magnífico, uma excepcional obra de literatura», vendeu 10242 exemplares no Reino Unido na semana seguinte à atribuição do prémio.
Flanagan declarou que usaria as 50 mil libras do prémio para «viver». «Não sou um homem rico. Isto significa que posso continuar a escrever», afirmou na semana passada. «Há um ano e meio, quando terminei este livro, estava a pensar arranjar um trabalho qualquer nas minas do norte da Austrália, porque as coisas tinham chegado a um ponto crítico para a minha escrita. Passei muito tempo com este livro.»
Flanagan acrescentou que «isto não é nada de invulgar para quem escreve. Escrever é uma vida bastante dura para muitos escritores.»


[fonte: The Guardian, 23-10-2014]

Sem comentários:

Publicar um comentário