15.4.14

Sobre Vida após Vida, de Kate Atkinson





«Vida após Vida é uma saga familiar na Inglaterra das duas grandes guerras, um virtuosismo de manipulação e controlo sobre o destino das personagens. O dispositivo ex machina inclui uma violação, um cadáver não identificado, vários assassínios, um aborto clandestino, violência doméstica, bombardeamentos (num deles, Ursula morre, mas chama-se Susie), suicídios com cianeto, vários nascimentos, mas a morte sempre por perto.» [Filipa Melo, Sol, 14-04-2014]

Sem comentários:

Publicar um comentário