24.1.13

A chegar às livrarias: É assim Que A Perdes, de Junot Díaz





O novo livro de Junot Díaz, É assim Que A Perdes, é um conjunto de narrativas ligadas entre si sobre o amor — amor apaixonado, amor ilícito, amor em extinção, amor maternal — e contadas através da vida dos habitantes de New Jersey oriundos da República Dominicana e da sua luta para encontrar um ponto de encontro entre os seus dois mundos.
O livro desvenda a inevitável fragilidade do coração humano. São histórias que nos recordam que a paixão pode triunfar sobre a experiência e que o amor, quando nos atinge, tem sempre algo de eterno.
 


Junot Díaz nasceu a 31 de Dezembro de 1968 em Santo Domingo, na República Dominicana, e cresceu em New Jersey, nos EUA.
É autor de Drown e de A Breve e Assombrosa Vida de Oscar Wao. Este último ganhou diversos prémios: John Sargent, Sr. First Novel Prize, National Book Critics Circle Award, Anisfield-Wolf Book Award, Dayton Literary Peace Prize e o Pulitzer Prize (2008).
A sua ficção apareceu em publicações como The New Yorker, African Voices, The Best American Short Stories (1996, 1997, 1999, 2000), Pushcart Prize XXII e The PEN/O. Henry Prize Stories 2009.
É editor de ficção da Boston Review e professor de Escrita no Massachusetts Institute of Technology.

Sem comentários:

Publicar um comentário